Loading...

RITA LEE TROPICALISTA: O FEMINISMO NA CONTRACULTURA

Este estudo recortado do meu Mestrado comenta as influências da Contracultura internacional associada ao deboche do Modernismo brasileiro que construiu uma resistência inesperada à Ditadura Militar. Desmontando hierarquias sociais pelo humor, drogas e o espírito rock’n roll, instalou um feminismo impensável em um período que até para as esquerdas armadas para-militares do momento, o tema era proibido. Teorias feministas percorriam movimentos políticos ocidentais, mas nossa ‘esquerda’ se manteve refratária a essa demanda geral, e calou as mulheres em nome do confronto com a Ditadura. Só com a alegria e o desbunde do Tropicalismo,  mulheres que não pediram licença se esbaldaram no jogo posto à mesa em nome do prazer. Rita Lee no tempo dos Mutantes é nossa anfitriã pelos caminhos que deram aos tropicalistas, a certeza de que o prazer foi mais poderoso do que a obediência às hierarquias, aos medos, e aos moralismos religiosos, tradicionais ou partidários.

Rita Lee Tropicalista

3

Você poderá gostar de

Sem Comentários

Responder